terça-feira, 14 de dezembro de 2010

APOCALIPSE NOW?

Cada vez mais eu acredito que o futuro é muito parecido com aquele preconizado no filme O Demolidor em que as pessoas não bebem, não fumam,  não f... e utilizam as 3 conchas quando vão ao banheiro. 

Outro dia fui ao interior e minha indumentária de trabalho exigia manga comprida e gravata. Como tava um calor infernal, botei a gravata no bolso e resolvi caminhar de casa até o serviço quando apareceu um sujeito numa bicicleta que se aproximou de mim e me vendo naqueles trajes episcopais, perguntou: 
- Bom dia, irmão? É o senhor que é o novo pastor?

Eu, cara-pálida? Parece até que existe um marketing de rede pra converter o indivíduo comum a parar de beber, de fumar, de f...e começar a utilizar as 3 conchas quando for ao banheiro.

Mas eu me amarro mesmo é no Apocalipse. Desde que eu me entendo por gente tem sempre alguém anunciando que o fim do mundo é semana que vem. Pra mim o fim do mundo começa na semana seguinte em que eu recebo meu salário. Liso e louco eu me arrasto o restante do mes pra renascer no próximo hollerit.

Esta semana assisti um especial de Stephen Hawkings que me impressionou e aí eu vim dar uma espiada na internet pra pegar umas informações complementares. É sobre um asteróide chamado Apophis - nome de um demônio egípcio - que fica aí por cima no universo dando rasante sobre a Terra, querendo fazer strike. E a previsão é de que em 2029 ele vai passar muito perto de nós, numa distância abaixo das órbitas dos satélites.

Então, na iminência do caos, existem coisas interessantes pra se fazer perto de 2029:
- Comprar um imóvel na praia financiado em 30 anos;
- Financiar um carro de luxo;
- Fazer o maior seguro de vida possível para sua cara-metade;
- Viajar pelo mundo afora e pendurar todas as contas no cartão de crédito

Se o mundo acabar, vão cobrar de quem?
Se não acabar, não se desespere: você viverá seu apocalipse financeiro pessoal mas todos os seus amigos terão inveja de você com sua casa de praia, seu carrão de luxo e das trocentas mil fotos de sua viagem salvas no HD do seu computador.

4 comentários:

Antonio José Rodrigues disse...

O cometa Halley, Jorge, provocou o mesmo frisson capitalista: venderam camisas, copos, livros, binóculos, lunetas e o diabo-a-quatro. No final das contas, quem fez muitas contas entrou pelo cano. Muita gente só viu o cometa pela televisão, com a luneta debaixo do sofá. Abraços

Ricardo Chicuta. disse...

Que o mundo vai acabar e que Jesus esta voltando.Ouço desde pequeno e desde pequeno rio na cara dos crentes.
E que venha o asteróide,matarei no peito.

marcos assis disse...

é o senhor que é meu novo pastor, e nada me faltará???
Jorge, após um longo período de internação acadêmica, é muito bom poder voltar a ler seus textos, com os insights de sempre!
grande abraço!

Jorge Jansen disse...

Grande Marcos...Tava sentindo sua falta no blog e os textos do metamero