sábado, 13 de março de 2010

PIN-UPS


Sou fã confesso da arte das pin-ups dos anos 40 e 50.


Acho que é o retrato simbólico do erotismo de uma época com outros valores morais, marcada pelo pós-guerra, como um prelúdio da revolução cultural que viria na década seguinte.


Sem querer fomentar falsos pudores, a sensualidade insinuante das imagens capturam uma certa ingenuidade se comparada ao comportamento atual da sociedade, até porque rompia involuntariamente com alguns tabus os quais as mulheres, até metade do sec. XX, eram submetidas. Mas é exatamente isso que transforma estas gravuras em algo especial, porque dentro da cabeça das pessoas sempre existiu o mesmo desejo erótico primitivo.

O termo pinup surgiu pela primeira vez em 1941 e foi muito utilizado para representar fotos de garotas em calendários de paredes ( o termo pin ups significa pendurados ), mas popularizou-se durante a 2ª Guerra quando estas fotos tornaram-se item obrigatório nos armários dos soldados americanos.



Então, vamos prestar nossa homenagem e bater continência a estes bravos pioneiros.

2 comentários:

Amanda Barreto disse...

Quando trabalhava no Diário da Manhã em Goiânia, escrevi uma matéria linda sobre pin-ups e como a arte reproduz o corpo feminino. O texto explorava a sensualidade, fertilidade e sexualidade. Muito legal estudar o tema na época. Gostei do seu texto, só para variar, rs. Boa noite!

Jorge Jansen disse...

Agora fiquei curioso de ler tua matéria. Se tiver disponível manda pro meu e-mail, ok?