segunda-feira, 28 de março de 2011

NO TEMPO EM QUE AS AEROMOÇAS USAVAM MINI-SAIAS


A imagem que ilustra este post não existe mais na realidade. Foi extinta das companhias aéreas. Pelo menos no vôos nacionais da classe econômica. Aeromoças de mini-saias servindo refeições decentes aos passageiros confortavelmente sentados em poltronas mais largas e espaçosas. É, caro leitor...isso já existiu um dia. Quando o mundo era um lugar mais agradável. 

Lembro-me que nas minhas primeiras viagens aéreas pra Fortaleza eu estava tão animado quanto o garoto da ilustração. Tenho até uma foto no saguão do aeroporto ao lado de minha mãe com óculos a la Jackie Kennedy segurando sua necessérie ( que naquele tempo se chamava frasqueira). Lembranças de um garoto de 12 ou 13 anos que ainda não amava os Beatles nem os Rolling Stones, mas que sente saudades das pernas à mostra das aeromoças toda vez que entra num avião.



6 comentários:

Pri Gambarra disse...

Os uniformes profissionais pioraram nesse sentido. Lembro-me dos shortinhos dos jogadores de futebol. hummmm Agora é essa calça curta ridícula! kkkkk

Antonio José Rodrigues disse...

Realmente, Jorge, foi uma grande perda para os apreciadores de belos pares de pernas que revolviam os desejos libidinosos. Abraços

Jorge Jansen disse...

As aeromoças, AJ, sempre habitaram no imaginário dos homens, mas é como a Pri falou no seu comentário, os uniformes profissionais pioraram transformando beldades em embalagens de prateleira: arrumadinhas mas todas iguais.

Jorge Jansen disse...

Eu às vezes fico com receio de parecer retrô demais em alguns posts mas o mundo perdeu muito do seu charme...

Pri Gambarra disse...

Vc tem razão, algumas coisas pioraram mesmo. Perderam o charme. O glamour.
Muita coisa melhorou com a globalização, mas teve mta coisa que piorou também.

Anônimo disse...

É uma pena mesmo! a maior parte do charme que se tinha ao viajar numa aeronave comercial se perdeu com tempo! Principalmente a graça das aeromoças de outrora...