sexta-feira, 20 de janeiro de 2012

A REVOLTA DOS QUE JÁ FORAM MAIS INTELIGENTES


O apresentador Carlos Nascimento afiou a língua no editorial do jornal do SBT alfinetando o celeuma criado em torno do "estupro do BBB" e de "Luiza" afirmando que "nós já fomos mais inteligentes". Acho que foi oportuno, mas um tanto exagerado no caso de Luiza, uma sacada humorística que se tornou viral, ratificando o poder da mídia paralela, aquela não vinculada à mídia profissional do rádio e tv, ou seja, nós - eu e você - que escrevemos e compartilhamos emoções e sentimentos nas redes sociais.

Como não é desinformado, Nascimento deveria lembrar-se da antológica frase de Andy Warhol que disse que no futuro todos teriam seus 15 minutos de fama. Então, até aí, nada de novo. E se ficamos menos inteligentes, a culpa também é da tv.

E criticar a inteligência dos outros não é o forte da emissora que Nascimento trabalha, pois há décadas ela vem entulhando a cabeça dos outros com programas mundo-cão estilo Gugu, Ratinho, novelas mexicana dubladas, Eliane e seus dedinhos e criando refrões peçonhentos com personagens do naipe de Tiririca.

Pra não ofender a inteligência dos inconformados, eu acho que os melhores caminhos ainda são o controle remoto e o botão liga/desliga.

Um comentário:

May Santos disse...

Certamente!
O poder está nas mãos de quem escolhe a programação a assistir!
Também achei que a declaração de Carlos Nascimento foi demasiada exagerada!

Bjkas